Arcano X – A Roda da Fortuna

Postado em Atualizado em

A eterna alternância de forças na vida, os altos e baixos aos quais todos estamos sujeitos, essa é a essência do décimo arcano do Tarô. A evolução eterna, os ciclos que começam e terminam cujo curso ninguém pode interromper. O conflito entre o bem e o mal, o equilíbrio de forças. A Roda da Fortuna apresenta três figuras distintas em seu movimento uma em ascensão, uma em declínio e uma figura central que parece equilibrar as outras duas. Notar que, em muitas representações, não aparece o outro lado do eixo da Roda. Essas figuras são Tífon, a Esfinge e Hermanúbis e são, respectivamente alusivas a energias diferentes. Tífon simboliza trevas, inércia, indolência, ignorância; Hermanúbis é energia, excitação, fogo, brilho, agitação, e a esfinge simboliza a calma, inteligência, lucidez, equilíbrio.

Palavras-chave: acaso, intervenção favorável do destino, ascensão, incapacidade de aprender com os próprios erros, inconstância, aproveitamento das necessidades alheias, final de ciclo, mudanças, repetição de um mesmo ciclo, abundância, gastos exagerados, prosperidade.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s