Esse velhinho voraz chamado Saturno

Postado em

O tempo que, em sua marcha inexorável, não perdoa ninguém. Quem nunca reclamou que o tempo passa muito rápido ao sair correndo de casa atrasado para um compromisso qualquer? O tempo, representado por Saturno, o deus que devorava os próprios filhos por medo de que um dia eles tomassem seu lugar. O mesmo deus que – hoje em dia, já sem filhos para devorar – nos come o tempo, de modo que se passem as horas, os dias, as semanas…os anos…e o pior: tudo bem debaixo do nosso nariz
Einstein disse que o tempo existe pra que as coisas não aconteçam todas ao mesmo tempo. E isso nos leva à organização saturnina. É que Saturno, o regente de Capricórnio, também nos traz o senso de responsabilidade. É em parte por causa dele que “perdemos” o nosso tempo. Sempre corremos de um lado para outro, a fim de sermos sempre os melhores profissionais, os que ganham mais, os mais importantes, aqueles que têm o melhor cargo…e nisso a vida passa. Daí os filhos crescem, os amigos mudam de endereço, a gente envelhece e deixa de fazer coisas que seriam muito importantes e que nos fariam muito bem. Tudo porque algo dentro de nós (a dobradinha Saturno-Capricórnio) nos compele a provarmos nosso valor, a mostrarmos o quão dignos somos. E nisso Saturno vai nos engolindo…lentamente…sem pressa alguma.
As pessoas normalmente falam do retorno de Saturno – que vai dos 28 aos 32 anos e que é também chamado de “crise dos 30” – mas se esquecem de ver que ele (o titã) é muito mais presente em nossas vidas do que apenas em um período de quatro anos. Saturno nos cobra o tempo, o bom uso deste e – redundantemente – com o passar do tempo, nossa juventude. E seja por maturidade, seja por compensação, Saturno nos traz sabedoria.
A Sabedoria nos vem através do tempo…portanto a sabedoria nos vem através de Binah, a terceira esfera da Árvore da Vida. Na subida da árvore, Binah vem logo antes de Chockmah, ou seja: Compreensão/Tempo/Saturno vem logo antes da(o) Sabedoria/Salto Quântico/Urano. Lembro que no meu primeiro ano de estudo de Cabala eu me deparei com um conceito muito bonito: o de que Chochmah é o centro crístico por excelência e que dele provém todas as curas do mundo. Mais uma vez, temos aqui a idéia de que o tempo cura todas as coisas – pois passamos por ele até atingirmos esse centro crístico.

Um comentário em “Esse velhinho voraz chamado Saturno

    Cris disse:
    domingo, 29 julho 2007 às 10:18 pm

    Muito interessante…
    Muitas pessoas veem o Tempo/Saturno como parte de uma doença a de “ser humano”, pois nos traz a ideia de estar “limitado”, sem escolha, condensados a um tempo/espaço que não está sob nosso controle, quando na verdade ele é parte da cura e não parte da doença…

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s